Entre em contato: 11-3151-3626 contato@managerempresarial.com.br

Cultivar um bom networking pode ser peça fundamental para gerar oportunidades de negócios ou até para alcançar aquela tão almejada recolocação profissional no mercado. Saiba mais

Networking é o termo usado para se referir a rede de contatos profissionais que se cria a fim de partilhar de serviços e informação entre indivíduos que tenham interesses em comuns.

Cultivar um bom networking pode ser peça fundamental para gerar oportunidades de negócios ou até para alcançar aquela tão almejada recolocação profissional no mercado. Pode parecer uma relação baseada no interesse, em que só se pensa em tirar proveito do outro em benefício próprio, mas pelo contrário, a mutualidade, ou melhor, a reciprocidade é o faz o networking ter sentido, afinal se você quer tirar valor da sua rede de network precisa também agregar valor a esta rede de contatos. Você é auxiliado hoje e futuramente poderá auxiliar o outro também.

 

Quantidade ou Qualidade?

Vale lembrar que nem sempre quantidade quer dizer qualidade, ou seja conhecer as pessoas certas é o que fará total diferença para manter um ciclo de networking realmente eficiente. Neste sentido, procure manter contatos que poderão ofertar valores reais ao serem cultivados. Defina qual o seu foco, só assim você vai pode estabelecer quais são os contatos que são realmente significativos e aqueles que não irão acrescentar nada. Sem uma meta, você vai acabar desperdiçando tempo e esforço com pessoas que não tem nada a oferecer.

Ter muitas conexões no LinkedIn e Facebook, por exemplo, não são garantia que seu networking está funcionando. Isso vai além de adicionar pessoas, é uma ação contínua, onde é preciso cultivar periodicamente essa relação para que deem retorno e visibilidade de fato.

Sendo assim, procure manter suas redes sociais, principalmente Facebook e LinkedIn, atualizados e abastecidos de conteúdo, lembre-se quem não é visto, não é lembrado. Publique seus projetos e ideias, ou até mesmo curta e comente posts de outras pessoas, pois isso as fará ver que você tem interesse constante em seus projetos.

 

Deixe a timidez de lado

É importante não perder oportunidades interessantes de convivência. Diga mais sim aos convites, mesmo que você não saiba exatamente como irá aproveitar aquele evento e caso não possa comparecer, justifique e agradeça o convite. Ser cordial e educado é uma atividade indispensável.

Deixe a timidez de lado em eventos como palestras, congressos, workshops, minicursos e ou seminários. Essas ocasiões podem ser valiosas para conhecer pessoas e trocar informações, afinal a maioria delas estão ali com esse objetivo também. Saiba usar as ferramentas disponíveis a seu favor, como o cartão de visitas, que poderá ser trocado quando for conveniente.

É importante fazer com que as pessoas se interessem por você, então fale sobre seus projetos, se deixe ser explorado, mas sempre esteja atento para ouvir os outros também e se mostre interessado. Caso note que uma pessoa não está interessada, não pressione o contato e, mais importante ainda, não desanime e siga em busca de outra pessoa relevante para conversar.

 

Mantenha Contato

É tarefa indispensável não esquecer de ativar o contato, afinal não adianta conhecer novas pessoas e ficar somente na troca de cartão, é necessário dar continuidade a comunicação fora do evento. Separe os contatos que você achar mais relevantes e envie um e-mail ou adicione nas redes sociais.

Esteja atento e não deixe para pensar no seu networking somente em períodos difíceis, a construção de uma rede de contatos é um investimento a longo prazo que não se constrói da noite para o dia. Conservar o networking constantemente aquecido é fundamental para que você não se torne aquele indivíduo que só aparece quando precisa de algo e seja visto como interesseiro. Seja alguém que será lembrado quando as oportunidades aparecerem.

Por Karla Oliveira